Instalações de armazenamento de combustível

Instalações de armazenamento de combustível
As instalações recebem o combustível através de oleodutos diretamente ligados às refinarias, ou por meio de navios-tanque, sendo depois armazenado em diversos tanques ou depósitos, segundo o tipo de combustível. Os clientes fazem os pedidos e enviam os seus camiões-cisterna para os cais de carga das plantas de armazenamento, onde o combustível é recolhido e distribuído para os postos de abastecimento ou outros pontos de consumo. Todo o processo de carregamento está automatizado e conta com estritas medidas de segurança.
Como funciona?

Como funciona?

O condutor e o camião são identificados no controlo de entradas por meio de um terminal; depois, verifica-se se a carga e o camião estão autorizados a entrar e é realizado um controlo de peso. Se for autorizado, acede à posição de carga, onde o camião e o condutor são novamente identificados, verifica-se a ordem de pedido, consulta-se a existência de saldo do operador e, se tudo estiver correto, fornece-se o combustível solicitado. Depois do carregamento, acede-se à zona de impressão da documentação, onde é feita a identificação e verificação do peso máximo de saída e imprime-se a documentação comercial e fiscal, que também se envia ao cliente. Por último, se todos os passos anteriores se desenrolarem corretamente, o controlo de saída da planta permite que o camião e o condutor abandonem a instalação. Os terminais do Grupo SPEC monitorizam todas as manobras associadas ao acesso e operação nos cais de carga de combustível (zonas de alto potencial explosivo), da identificação dos condutores ao seguimento dos veículos (tratores e reboques-cisterna) durante todo o processo até à saída.

Destinado a:

  • Empresas com zonas de alto potencial explosivo (armazém de combustível, refinarias, petroquímicas, etc.).
  • Diferentes níveis de segurança no acesso.
Chatea con nosotros

Sin título